RESUMÃO Lost 5×14 – The Variable

3 05 2009

CHEGAMOS AO EPISÓDIO 100, GALERA!

wired

E eu esperava mais. Sei lá, tudo meio óbvio. O que me disseram e faz sentido é que os escritores estão nos dando respostas e não estamos acreditando. Talvez. Bom, vamos ao episódio.

Primeiramente vamos falar do título do episódio A Variável. Na matemática, variável é um termo(número) que pode ser usado em substituição de outro, normalmente desconhecido. É utilizado para representar um número ou um conjunto. OU SEJA, um número que representa um conjunto de resultados possíveis de um fenômeno. Se a constante é Desmond, Daniel Faraday entendeu que a solução para os problemas de nossos amigos estava nas variáveis. E ele tomou as rédias da mudança de seu destino, achando que seu livre arbítrio seria determinante.

Honey, você toca muito bem, mas concentre-se na matemática! MATEMÁTICA!

O episódio nos deu a origem de Daniel Faraday. Filho de Eloise Hawking e Charles Wildmore (fato desconhecido por Daniel Faraday), desde jovem tinha Eu quero um igual =Duma mente brilhante para a matemática. Incentivado e forçado pela mãe a colocar todas as suas energias nas ciências exatas, tornou-se o mais jovem doutor graduado em Oxford, recebendo 1,5 milhões de Libras de gratificação por suas pesquisas de Charles Wildmore. Quando sua mãe o visita para parabenizá-lo, Eloise simplesmente ignora Theresa, na época namorada e assistente de Faraday, dizendo que ele não tem tempo para relacionamentos, que seu destino são os estudos e nada mais. No mesmo dia entrega o caderno de anotações que conhecemos muito bem com a dedicatória “Não importa o que se lembre, Eu sempre te amarei. Mamãe.” Daí pra frente é ladeira a baixo na vida de Daniel, até que Wildmore vai à sua casa e o encontra chorando, sem saber o motivo, com a notícia de que o vôo 815 havia sido encontrado no fundo do oceano. Charles Wildmore lhe diz que aquilo tudo foi uma mentira arquitetada por ele e oferece a Daniel a oportunidade de encontrar os sobreviventes daquele vôo em uma ilha que pode curá-lo e ainda retomar seus estudos matemáticos. Aconselhado por sua mãe, Eloise, Daniel vai e sabemos o que acontece.

Shoot first, ask after!A bullet hole? OH NOES!Eloise, I'm your son!

A pergunta que fica é Eloise sabia que não importa o que ele fizesse, ele seria morto por ela no passado? Quando disse a Wildmore que ele deveria falar com Penny, Wildmore responde que sua relação com a filha foi uma das coisas que teve de sacrificar, Eloise fica emocionada e diz que teve de mandar seu filho de volta para a ilha mesmo sabendo que… e é interrompida por Charles. Eles sabiam que Daniel não podia mudar as coisas? Se sim eles são monstros! E qual o objetivo disso tudo, já que o passado não pode ser alterado?

Faraday explica para Jack e Kate que o acidente que causou a construção da escotilha onde Desmond ficaria apertando o botão durante 20 anos, sendo que em determinado momento ele deixaria de fazê-lo, ocasionando a queda do avião da Oceanic e tudo o mais, tudo poderia ser mudado naquele dia se eles, as variáveis com seu livre-arbítrio, mudassem o destino, contendo o acidente na construção da estação Cisne explodindo a bomba de hidrogênio, Jughead. Como Faraday levou um tiro da mãe temos dois caminhos para os próximos episódios, que são 1) Faraday não morreu. Afinal neste vídeo que foi apresentado na ComicCon não há como encaixar outro personagem a não ser ele a conversar com Pierre Chang. E não há como ele ter sido gravado antes de ele ter saído em busca dos Outros, não houve tempo. 2) Como Kate e Jack sabem da existência da bomba de hidrogênio e da possibilidade de mudar o passado de todos e voltar para onde pertencem, Jack reconhece que este é o motivo de sua volta para a ilha e segue com o plano de Faraday, pedindo auxílio aos Outros. Viajei?

Na verdade existe uma terceira possibilidade, mas me recuso a aceitá-la, mesmo porque aos criadores da série disseram que não iam trabalhar com isso. São as diferentes linhas do tempo. Faraday disse que eles não pertenciam àquele lugar. Seria esse o indício de que eles estão na linha temporal errada? Nem quero pensar nisso, porque se Lost for trabalhar com infinitas linhas do tempo e universos paralelos, a série dificilmente segura as pontas.

O episódio ainda nos revelou que Eloise Hawking, mais conhecida por nós Aaah o amor~como Oráculo, não é mais capaz de prever os próximos acontecimentos, já que Desmond se tornou uma ‘casualidade em um conflito que é maior que ele e maior’ do que Charles Wildmore ou Benjamin Linus. Tudo a ver com Ilana e o povo da ‘sombra da estátua’. O mais bonito foi ver o amor de Penelope e nosso brotha reafirmado =] Queria tanto ver Penny na Ilha mas acho que isso não vai acontecer.

Eu não sou maluco! EU NÃO SOU MALUCO!

Pierre Chang agora sabe que Miles é seu filho, graças a Daniel Faraday. Tudo bem que Miles mentiu, chamando Faraday de maluco, e dá pra entender perfeitamente o motivo de Dr. Chang não acreditar em Faraday com essa cara de maluco… É interessante notar que agora sabemos o porque de Miles e sua mãe terem saído da ilha. Será que veremos Miles adulto segurando a si mesmo? Espero qeu não, isso vai contra as leis da viagem do tempo. O quê? Não conhece? Não assistiu De Volta Para o Futuro? Você não pode ter nenhum contato físico com o ‘você’ da época em que está viajando. Há uma variante dessa regra, que permite que você tenha contato com o você da época, desde que esse contato seja inconsciente, ou seja, nem você nem o ‘você’ da época que esta visitando, sabem que são a mesma pessoa.

Sawyer e Juliet em apuros!

E nosso Sawyer, hein? Como ele vai sair dessa? Sabemos que ele é um mentiroso profissional, um sobrevivente, mas como ele vai se livrar da Dharma é o que eu quero ver! Fora que ele ter pedido para a Kate ficar deixou Juliet com uma família inteira de pulgas atrás da orelha.

Se você quiser ler o artigo sobre viagem no tempo que está na Wired de Agosto/2003, clique aqui e agradeça ao Dude, We are Lost por achar!

Você deve escovar os dentes depois de comer essa barra de chocolate, ok?

Ainda sobre Daniel Faraday. Ouvi algumas pessoas dizerem que o fato de ele ter falado com Charlote, pedindo para ela sair e não voltar mais para a ilha, foi o pontapé inicial para tudo dar errado, e ele cair nas garras do Destino novamente, obedecendo a lei do ‘o que aconteceu, aconteceu’, já que esse fato nos foi anunciado por ela no episódio 5×05 – This Place Is Death.

TOMA!

Última coisa. Como gostei de ver Radzinsky levando esse tiro. Put@ cara chato ¬¬…

O próximo episódio chama-se Follow The Leader. Será qe veremos Jack retomando seu posto de líder? Já estou com saudades do Locke e sua turma aprontando altas confusões =P

Anúncios

Ações

Information

One response

20 05 2009
Guia RESUMÃO Lost – 5ª Temporada « Rafael Na Net

[…] – RESUMÃO Lost 5×14 – The Variable […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: