Twitter: Quantos Passos da Web 2.0?

2 04 2009

TwitterUm monte de gente já deu pitaco no coitado. Agora é minha vez!

Formalmente, o Twitter é uma nova rede social que desperta amor e ódio nas pessoas. Muitos o usam para divulgar seu blog, dar dicas de cinema, música, uma coisa mais profissional. Outros já o usam como uma grande sala de bate-papo agindo como o moderador de tal. Eu me encaixo no meio dos dois tipos. Uso para divulgar meus posts, colocar links do que acho interessante na web, mas também uso para fazer amizades, trocar idéia.

Minha viagem que farei hoje para Buenos Aires tem muito a ver com o Twitter. Como vocês viram em posts anteriores, recebi muitas dicas do @diegomaia,  do @tuliopb (do blog Aires Buenos) e do @metheoro, uma galera que eu não conheço pessoalmente, mas que são do bem e ajudam no que podem. Esse é o espírito do Twitter.

Veja o caso da @talitaribeiro. No dia 27/03 ela lançou um texto no blog onde trabalha, e também uma mensagem pelo Twitter, sobre a intenção de passear por São Paulo só com dicas dadas por twitteiros. Como ainda não a seguia, fiquei sabendo por alguém que retuittou a mensagem, ou seja, multiplicou a idéia, e só assim ela pode receber um monte de dicas legais, inclusive minha, para seu sábado. O resultado todo ela colocou neste post.

Outra dica bem legal é o TwitcastBR. Um blog colaborativo com dicas sobre os benefífcios (e malefícios) do Twitter. Siga o @twitcastbr. Dicas de textos, vídeos, podcast, e várias pessoas legais!

O mais legal do Twitter é isso: Colaboração. Um sem número de pessoas falam sobre a Web 2.0, que ela precisa ser mais unida, que as pessoas devem se multiplicar e criar conteúdo válido para todos e que isso ainda está longe de acontecer. Mentira. Para algumas pessoas isso já é verdade. Claro, ela ainda está longe da maturidade, mas basta saber onde procurar =)





Tecnosexuais E A Necessidade De Classificar

17 03 2009

No início, Deus criou o homem, Adão, e deu a ele a missão de classificar e denominar os animais. Pelo visto esse trabalho continua até hoje hehehe!

Presta atenção na classificação que fazem de nós, seres internéticos:

Nerd: Termo dado aos aficionado pela internet. Normalmente não tem vida social.

Geek: Também amantes da internet e gadgets, porém se dão melhor na convivência social.

E há uma nova categoria, minha gente brasileira! Eu lhes apresento (na verdade não fui eu, foi o dicionário Urban Dictionary que classificou e o G1 tornou público, ok?):

O Tecnosexual!

Sabem aquela galerinha ixxperta, wealthy, e que “sijoga” na acadêmia Fórmula?  Enquanto trabalha seu corpo, fica pensando no post que subirá no blog e twittando pelo iPhone enquanto faz esteira? Depois, ‘cola’ no Suplicy Café e novamente, twitta pelo .app Brightkite onde está. Ama seus gadgets, como qualquer Geek, utilizando-os para contar as calorias daquele prato japonês, escolher restaurantes ou até mesmo se achar pelo Google Maps. A noite, combina com seus “amigues” algum #nob (Nerds On Balada) bem moderninho e de preferência tenha sido indicado pela Veja São Paulo, e twitta minuto a minuto de sua super balada!

E você? Em qual dessas categorias se encaixa?

¬¬…





Querem Te Controlar (ou) Medo Do Google Latitude

8 02 2009

Eu tenho medo do Google. Principalmente do Google Latitude. Gosto muito da empresa Google e algumas de suas filosofias de trabalho são bem interessantes. Mas eles não sabem quando parar! Eles querem dominar o mundo! Deixa eu explicar melhor.

O Google Latitude é um aplicativo novo do Google que já vem no Google Maps Mobile 3.0.  Há versões para BlackBerry, Windows Mobile 5.0 (e acima), quase todos os aparelhos com Symbian da Nokia, aparelhos habilitados para Java (J2ME), e em breve iPhone e iPod Touch, Android e etc. Você se cadastra com uma conta do Gmail, adiciona sua lista de contatos ao aplicativo, e pode até mandar convites para os que ainda não estejam cadastrados.

Através de GPS, ou triangulação de antenas/satélites, o aplicativo lhe localiza com certa precisão. Você tem parte do controle dessa localização, por exemplo, deixar-se visível à qualquer pessoa; à sua lista de amigos; a apenas parte de seus amigos.

Disse parte do controle porque o Google tem todas essas informações com eles. E o que eles podem fazer com isso só Deus sabe! Vamos a um flash forward, cortesia da Iniciativa Dharma (=D):

Em um futuro próximo haverá um novo tipo de guerra. Uma guerra onde haverá o controle da informação. O governo irá controlar sua população e as informações não só de dentro de seu país, mas também as que vem de fora, deixando sua população alienada com o que acontece ao seu redor, tendo como fonte de informação apenas um meio de comunicação, lógicamente, contorlado pelo governo. Imagine que o Google é forçado então a ceder todas essas informações de onde estão seus cidadãos, para aumentar o controle de informações consideradas sigilosas. Acabou a privacidade e a segurança relativa, meu amigo!

Eu sei que você não é obrigado a instalar o aplicativo, e que há outras maneiras de controlar uma população, afinal, a China não precisou do Latitude, né minha gente?

Se estiver interessado o site para se cadastrar é este aqui.

E este o vídeo promocional do Latitude explicando como funciona:





Coelhas E Babados Na Campus Party

25 01 2009

Vocês já sabem que não fui ao Campus Party, mas acompanhei tudo pelos streams, twitters e flickrs da vida e o oficial do evento.

Fiquei sabendo de coisas boas e legais como a construção do robô, as palestras via stream, o show do Teatro Mágico (que até cantei pelo Twitter, hihihi), além do Nerd que foi para  SPFW! Mas também fiquei sabendo de coisas tristes, como o que ocorreu com o Deleve e sua música México (só uma dica Thyago Virbickas, quando um ambiente não me agrada, eu saio. É simples. Veja o vídeo e o post no blog do Deleve), os roubos no evento. Mas nada me surpreendeu mais do que o ocorrido com a Ana “coelhinha-ruiva” Lúcia.

O que aconteceu: Haviam diversas empresas patrocinando a Campus Party, dentre elas a Editora Abril. Em um determinado dia (que não consegui identificar, mas acho que foi no sábado, 24), houve uma ação de divulgação com playmates, coelhinas da Playboy. Uma delas era Ana Lúcia, que mais tarde ficaria conhecida na blogosfera como “coelhina ruiva”. Elas estavam todas amigas, sorridentes e lindas tirando fotos com a nerdaiada toda, trocando email (por que duvido que uma delas tenha twitter, né minha gente!), telefone, fazendo seu trabalho, ou seja, sendo simpáticas.

Eis que um Ser Escroto passou a mão na bunda da pobre Ana Lúcia.

Maior dó da menina. Acho isso ridículo. Quem faz isso está a um passo de coisas piores, como estupro.

E também não vou defender a Editora Abril. Tem gente falando que ali não era o local correto para se fazer esse tipo de campanha, com garotas-gostosas-vestidas-de-coelha. ERRADO. Ali não era local para se fazer qualquer tipo de coisa SEM SEGURANÇA. O próprio @jonnyken, @danitoste e o @fugita mostraram isso em seu vídeo: Como furtar um notebook na Campus Party.

O que esse povo tem que se lembrar é que existe todo tipo de gente nesse mundo. Desde humanos que respeitam seus semelhantes, até aqueles que não respeitam. A menina estava lá fazendo um trabalho, como qualquer outro. Quando esse tipo de coisa acontece em um escritório, as pessoas correm e alarmam assédio-sexual. E foi isso mesmo o que aconteceu, um assédio. O que modifica é que seu local de trabalho não é fixo.

E outra coisa galera, se eu fosse a Ana teria era dado um bom chute no saco desse pervertido, com GOSTO!

— UPDATE —

Ana Lúcia fala sobre o ocorrido na #cparty e diz que não pensa em processar o tarado.

Novamente, processava e chutava o saco =P





Campus Party? Não vou =(

20 01 2009

Se você assim como eu não tem como estar na Campus Party no Imigrantes de 19 a 25/01, por ser a)assalariado por uma empresa que não tem nada a ver com a internet; b)falta de grana; c) não mora em São Paulo. NÃO ENTRE EM PÂNICO! Tem um monte de streaming pela internet (google?).

Acompanhei o show do Teatro Mágico por esse aqui.





Mais Novidades Da CES 2009

8 01 2009

Eu amo a Sony e sua linha Cyber-Shot. Serião. E eles me surpreenderam com essa novidade na CES. Com vocês a Sony Cyber-Shot DSC-G3.

Sony Cyber-Shot DSC-G3Não bastasse o sistema Wi-Fi, que já está em alguns outros modelos da linha, ela é a primeira a ter um browser próprio! tela de 3.5”, touchscreen, 10.1 megapixels, lentes Carl Zeiss, blábláblá. Mas o melhor é a possibilidade de upar suas fotos e vídeos direto no Flickr, no YouTube, ou em algum site similar!

Sony Cyber-Shot DSC-G3

Mais um pra lista de “Eu quero”. Já tá a venda por 500 doletas. Quem vai esperar o dólar baixar comigo?

Fonte: Digital Drops.





As Novidades Da CES 2009

8 01 2009

O que é CES? É a maior feira de tecnologia do mundo. Simples assim. Tudo que há de novo para abalar o mercado tecnológico e fazê-lo se mover acontece lá.

E o que mais me impressionou foi essa belezinha: O Palm Pre!

Palm PreNão entendo muito das especificações dele, mas vou colocar aqui o consegui entender. Ele tem câmera de 3 megapixels, flash LED, tela de touchscreen de 3,1” sendo sua resolução de 320×480 pixels. Sabe aquele efeito de reajuste de tela na horizontal/vertical do iPhone?  Pois é, ele também o faz.

Palm PreAgora o que explodiu a minha cabeça foi o carregador wireless, o Touchstone.

TouchstoneIsso mesmo, sem fio. Como? Não sei, só sei que é assim, e eu quero um!

Fontes: Engadget e Digital Drops.

–UPDATE–

Olha esse vídeo que saiu no site da Wired. Ele explica como funciona o carregador sem fio, por indução magnética. O interessante é que ele pode ser usado para dar carga em diferentes tipos de aparelhos. US$100 o aparelho, US$30 a “capinha” que apta o aparelho a ser carregado. Bem legal =)