RESUMÃO Lost 5×11 – Whatever Happened, Happened

9 04 2009

KateUma boa galera criticou esse episódio, mas eu o achei um bom episódio, se longe um dos melhores centrados na Kate. Tudo bem que não foi o mais emocionante, ou o mais sensível por causa da história de Kate e Aaron, mas foi importante para entendermos o motivo de Kate ter ficado com Aaron, o pedido de Sawyer e o motivo do retorno de Kate à ilha.

Direta, Esquerda. #fail!O episódio começa com Jin acordando do belo golpe que tomou de Sayid. Ele avisa pelo rádio que foi atacado pelo iraquiano quando vê que logo à sua Oi, meu nome é Linus. Roger Linus.frente esta o corpo do jovem Ben com um bala do lado direito. É tá errado, no episódio anterior estava no esquerdo ¬¬… Enfim, ele leva o pivete para a vila. Lá todos estão preocupados com iminentes novos ataques do iraquiano, até então, hostil. Jack pergunta a Horace ‘Se ele estava preso, como pode ter iniciado o incêndio?’ Horace responde que, pelo jeito que o incêndio começou, ele teve ajuda. Que alguém incendiou a van e depois o tirou da cela. Horace não fala, mas pelo olhar ele desconfia de um dos novatos, por acaso de Jack. Mal sabe ele que quem ajudou foi uma criança.

Enquanto Kate devaneia encostada, um Senhor feio pede para ela o ajudar a tirar a van de dentro da casa, já que ela trabalha na mecânica. Ele percebe que ela não entende muito da coisa, e eles travam uma conversa amistosa. Ele se apresenta como Roger Linus. Na hora ela faz aquela cara de medo que todos fazem ao ouvir o sobrenome do monstro que os torturou psicológica e fisicamente por tanto tempo.

CassidyDe volta para o passado de Kate, a vemos com Aaron ainda bebê na casa de Cassidy. Sim! Descobrimos o que Sawyer cochichou no ouvido de Kate antes de pular do helicóptero. Ele pediu para a Sardenta cuidar da filha dele, Clementine. Kate levou uma boa grana para Cassidy, que jogou na cara dela que na verdade Sawyer foi um covarde, que ele estava com medo de viver fora da ilha com Kate e passou a responsabilidade para ela. Quando ele estava fora da ilha, ele nunca se importou em ligar para elas para saber a respeito da filha. Cassidy então pergunta se Aaron é filho de Sawyer. Kate diz que não e que já estava grávida antes de cair na ilha. Cassidy percebe que ela está mentindo e pergunta se ela já contou toda a verdade a respeito da ilha para ela, por quê mentiria para Sawyer? A sardenta responde que o faz porque precisa.

Na ilha, Kate vai atrás de Sawyer para saber o que está acontecendo, pois sabe que o menino que foi baleado é a versão mirim do Benjamin Linus que eles conhecem. Um erro, pois agora eles precisam agir com discrição. Horace entra e pega os dois conversando. Sawyer consegue mentir dizendo que a chamou para interrogá-la. A sardenta sai e eles vão checar a cela. Lá encontram a chave usada para abrir a cela. Horace diz que só há três daquelas chaves de zelador. Uma do Roger, outra do Willie, e a do novato, Jack. Sawyer então chama Miles para ir até o novato. No caminho, Sawyer pede que Miles reúna Jack, Kate e Hurley em uma casa, pois não quer que eles fiquem conversando por aí sendo que as coisas estão começando a sair do controle.

Sawyer vai até a enfermaria e lá está Roger Linus. Antes de entrar para saber o estado de saúde do pequeno Benjamin ele pergunta onde está a chave de Roger. Ele a procura e não a acha. Roger então entende que foi seu filho que soltou o “hostil”.

Benjamin on bloodDentro da enfermaria, o quadro de Ben é ruim. Juliet é quem está no controle, o médico está na estação Espelho. Ele precisa de um cirurgião.

De Volta Para O Futuro?Na casa em que Miles colocou os três losties recém chegados, Hurley e Miles conversam sobre as teorias da linha do tempo. Hurley está olhando para sua mão, conferindo se ele não está desaparecendo, como em “De Volta Para O Futuro”. Já começa legal por que Miles zoa Hurley igual o Sawyer. Chamá-lo de bolinha foi óteemo! A conversa é como você e eu teríamos em qualquer fórum do tipo! Muito legal! A pergunta que fica é: Cadê o Faraday? Enquanto conversam, Sawyer entra querendo que Jack vá com ele para ajudar Juliet a salvar a vida de Benjamin. Jack friamente não aceita.

Juramento de Hipócrates? Nem conheço...“Então ele morre.”

Kate vai falar com Jack, que está fazendo sanduíches, dizendo que não gostou da atitude dele. Que não gosta desse novo Jack que senta e espera as coisas acontecerem. Jack joga na cara dela que na verdade, Kate nunca gostou do Jack. O que está implícito é que na verdade, a Kate sempre esteve com o Jack e/ou o Sawyer por comodismo e carência. Essa é a verdade. Irritada, Kate vai até a enfermaria.

Kate, doadora universal, se apresenta para doar sangue para Benjamin Linus. Juliet diz estar a par do que aconteceu na casa e da posição adotada por Jack. Ela pergunta se entre ele e Kate ouve alguma coisa. Kate conta que foram noivos, e pergunta se isso conta. Juliet fica meio sem jeito, e na hora Roger entra na sala. Juliet pede para o pai da criança ficar lá fora, mas Kate diz que ele pode ficar fazendo companhia para ela.

Roger começa a se arrepender dos erros do passado. Conta para Kate que seu filho pegou as chaves da cela para libertar o “hostil” por culpa dele. Quando ele pergunta a Kate se ela tem filhos ela responde que não. Evangeline Lilly faz uma ótima atuação neste episódio, mostrando a dor da renúncia. Ela sabe que Aaron não é seu filho e que deveria deixá-lo mais cedo ou mais tarde. Ela o faz, mas com muita dor, afinal, mãe é quem cria. Kate pergunta se a mãe dele está por aí e fica sabendo que ela faleceu no parto do garoto. Roger diz que queria ser o melhor pai do mundo e que fez tudo o que achava que Ben gostaria que ele fizesse, mas reconhece que uma criança precisa de uma mãe. Nisso, Benjamim-mirim tem um choque hipovolêmico, uma complicação respiratória. Roger é obrigado a deixar a sala e Kate olha com compaixão para o jovem Benjamim Linus.

MilesNa casa, Hurley e Miles continuam conversando sobre o tempo e espaço. Miles faz uma comparação clara. Todos pensamos no tempo como algo linear passado>presente>futuro. Mas a partir do momento em que Benjamin girou a roda, tudo mudou. Passado tornou-se presente para os losties, e por isso, em seu futuro, antigo presente, não se lembravam das experiências que estão tendo no momento.

Kate e Juliet aprotando altas confusões!Na enfermaria, Juliet sai e pede para Roger buscar alguns medicamentos na Estação Médica. Na verdade, Juliet está ganhando tempo para que Kate possa levar Benjamin até os Outros, pois nesse momento só eles podem salvar a vida do pequeno. Kate não deixa que Juliet a acompanhe, pois sabe que Sawyer ficará enfurecido quando souber da loucura das duas, além do que ela entende que eles construíram uma reputação na ilha. Juliet diz que ganhará o tempo necessário para que a Sardenta possa alcançar os Outros.

Cadê o Aaron? Cadêo Aaron?...Óoooo!No passado fora da ilha, vemos Benjamin tentando convencer os losties a voltar a ilha. Kate fica brava e vai embora dali. No caminho, Aaron pede leite. Kate então para em um supermercado para comprá-lo. Chegando lá, Aaron, mimado, muda de idéia e pede suco. Kate procura o tal suco. Seu celular toca, é Jack. Ela não atende, mas se distrái, e nesses poucos segundos, Aaron some. Kate se desespera e correatrás do garoto. Ela vê que o menino está sendo levado para o balcão de informações por uma mulher com uma horrível semelhança a Claire.

Na ilha, Kate chega ao limite do acampamento Dharma, quando Sawyer chega. Ela acha que ele veio para impedí-la, e logo se explica, dizendo que não pode deixar uma criança morrer. Para a surpresa da Sardenta, Sawyer veio para ajudá-la.

ClementineNo passado/futuro de Kate fora da ilha, ela vai com Aaron visitar Cassidy. Ela conta que decidiu voltar à ilha. Conta também o que se passou no dia anterior no supermercado. Ela disse que ficou assustada, mas não surpresa. Disse que estava na hora de aquilo acontecer, alguém o levar. Cassidy a ajuda a entender que ela se entiu dessa maneira porque foi isso o que ela fez. Kate nega, dizendo que como Claire se foi, Aaron precisava dela. Cassidy ajuda a Sardenta a entender que na verdade, Kate é quem precisava do Aaron pois Sawyer partiu seu coração, então para estancar a ferida, Aaron a preencheu.

A minha teoria é que na verdade, Kate precisava ficar com Aaron para entender o que é perder um filho, mesmo que esse não seja legítimo. Criar, ensinar sobre a vida a uma criança, e amar. Kate precisava disso para amadurecer e entender que é errado não oferecer ajuda a uma criança, uma vida em formação.

Na ilha, Sawyer digita a senha na barreira para poderem sair do território Dharma. Kate pergunta o por quê de ele ajudá-la. Sawyer diz que fez a mesma pergunta a Juliet, e ela disse que não importa o que Benjamin será no futuro. “É errado deixar uma criança morrer.” E ainda completa dizendo que o que está fazendo é por Juliet. Eles então carregam Ben para a mata.

Privacidade, cadê?Juliet vai atrás de Jack e pede para Hurley e Miles, que estão jogando dominó, para deixá-los a sós. Saindo do banho, Jack se depara com Juliet o esperando na porta do banheiro. Pra que privacidade, né gente? Ambos já conhece cada palmo do corpo do outro. Enfim, ela foi lá dar uma dura no cirurgião que não cumpriu com seu juramento de Hipócrates, de salvar uma vida. Ele diz que ‘aquela criança é o Ben’. Juliet diz que ele ainda não é o Ben que conheceram no futuro, ele ainda é uma criança. Eles tem uma discussão e Jack diz que voltou para salvá-los. Juliet diz que ninguém precisava de salvação, que viveram três anos ótimos, e que ele voltou por causa própria. Uma causa que nem ele sabe ainda qual é.

Sabemos que a vida do doutor estava uma porquera do lado de fora da ilha. Mas essa passividade diante dos fatos ao redor de Jack já está dando nos nervos.

Sawyer está carregando o jovem Ben e conversando, quando Kate diz que foi Ben quem roubou as chaves de Roger para libertar Sayid. Sawyer diz que uma criança é capaz de tudo se estiver com muito ódio dos pais. Kate responde perguntando se foi por isso que ele mandou ela cuidar da Clementine. Bingo! Sawyer pergunta sobre sua filha, e Kate diz que ela é linda. Kate diz que Cassidy acha que Sawyer pulou do helicóptero por medo do que aconteceria se não pulasse, ou seja, ficar com ela, Kate. Sawyer responde dizendo que eles nunca dariam certo. Diz que não está pronto para ter uma relação séria com ela, ou ser o pai de Clementine. Kate diz que pelo visto ele está fazendo tudo certo com Juliet. Sawyer responde que amadureceu muito nos últimos três anos. E como! Até agora não tentou fazer nada com a Sardenta! Se fosse antes já estariam na cama, ó! De tempo! Os dois são surpreendidos pelos Outros, lógicamente armados. Sawyer diz que a criança foi baleada e isso é problema de ambos. Pede para que os levem a Richard Alpert.

Kate. Tô ócre!Fora da ilha vemos Kate contando toda a verdade para a mãe de Claire. Toda a atuação de Evangeline me comoveu. Ela conseguiu transmitir a dor de uma mãe adotiva que cria um filho e tem de entregá-lo para a mãe verdadeira, ou a própria família que reclama a guarda da criança. Olha que se eu não fosse tão insensível que eu chorava, viu. Kate ainda garante a Senhora Littleton que Claire está viva na ilha e que pretende encontrá-la voltando para lá. Dúvida, Kate sabe que Claire morreu? Não lembro direito…

Olá! Hoje contarei o segredo do meu cajal. Mentira!Na ilha Richard Alpert aparece do nada, like always. Ele pergunta o que aconteceu com Benjamin Linus. Sawyer fica intrigado com eles seNos braços do inimigo? conhecerem. Kate explica que ele levou um tiro. Pela cara Alpert só faltava falar “Oi? Te conheço?” pra Kate *rs!  Sawyer diz que ela está com ele. Kate pergunta se Alpert consegue salvar a vida de Ben. Ele olha com tanto desdém pra ela que a Sardenta até desvia o olhar! Achei ótima essa sequência! Richard responde que se levá-lo ele nunca mais será o mesmo. Se esquecerá de tudo o que aconteceu e sua inocência será perdida. Será um Outro por completo, para sempre. Mesmo com toda essa explicação eles entregam o garoto para Alpert.

Nisso, um dos Outros diz que Richard deveria pergutar a Ellie antes. Alguém ainda tem dúvidas de que a loirinha seja a a mãe de Faraday, a senhora Eloise Hawking? O Outro ainda continua, dizendo que se Charles descobrir, e não termina a frase, pois Alpert responde: “Deixe que descubra. Não respondo a nenhum deles”. Uhul! Pergunta. Por que os Outros temeriam que Charles Wildmore descobrisse que eles deram ajuda para Benjamin Linus?

O templo do monstro de fumaçaRichard Alpert leva o jovem Benjamin Linus ao mesmo templo em que os amigos da Rousseau entraram e ficaram amalucados. O templo do monstro de fumaça. A casa de Richard Alpert? Já cansei de ler em fóruns que ele seria o monstro de fumaça.

No futuro da ilha, o velho benjamin Linus que amamos odiar esta acordando, recuperado da bela pancada que recebeu de Sun. Acorda para receber um olá especial de Locke. O mesmo que ele matou fora da ilha.

Benjamin e Locke“Bem vindo a terra dos vivos”

Acabou. Bem. Então isso significa que o grande culpado por Benjamin Linus ser quem conhecemos no futuro foi Jack? Sim, por que se ele não tivesse se recusado em ajudar o garoto, ele não seria entregue aos Outros, como foi pelas mãos de Kate e Sawyer com a ajuda de Juliet. Se bem que se eu sou o Sawyer eu voltava. Não entregava a criança para um cara que diz que vai salvá-lo, mas isso custará a incocência dela. O que é uma criança sem inocência? No way. Eu voltava, contava tudo pro Jack e fazia ele salvar a vida do pivete! Isso com certeza mudaria o Ben, afinal, seu pai se mostrou tão arrependido e disposto a mudar para Kate que ficou claro que, com a salvação do jovem, ele seria um pai diferente.

Fica a dúvida. E você? O que acha? Vale tudo para salvar a vida de outra pessoa? Até mesmo a mudança da personalidade dela?





Lost Untangled 5×10 – He’s Our You

27 03 2009

Eu nunca tinha visto um Untangled assim. O pequeno Benjamin foi morto mesmo por Sayid? Assista aí:

Além da tirada óteema de Strawberry Fields Forever no minuto 3:29, no mínuto 1:59 aparece esta imagem:

Little Ben em um hospital?Isso mesmo! Como ainda não vimos esta imagem em nenhum episódio, significa que o nosso Little Ben está bem e não morreu. Ainda…

Será que os Untangleds nos trarão mais spoilers? Espero que não.





RESUMÃO Lost 5×10 – He’s Our You

27 03 2009

Não quero matarDireto ao ponto, por que esse episódio já entrou para a galeria de meus melhores episódios.

Estamos em Tikrit – Iraque. Um jovem sendo obrigado pelo pai a matar uma galinha, dizendo que isso o tornará um homem. O garoto não quer fazê-lo. O pai dá a faca a ele e diz que enquanto ele não o fizer, não poderá entrar em casa. O garoto se sente pressionado. Olha para a faca, olha para a galinha, e não se sente capaz de fazê-lo. Um garoto mais jovem que ele se aproxima, toca em seu ombro e mostra sua mão cheia de milho. Ele entra no galinheiro, dá o milho a uma das galinhas. A toma nos braços e quebra seu pescoço. O garoto mais jovem entrega a galinha o mais velho. O pai orgulhoso parabeniza o filho, que não mente e conta que não foi ele.

Pequeno Sayid“Bom, pelo menos um de você será homem. Muito bem, Sayid.”

A Separate Reality - Carlos CastañedaNa ilha, Sayid ainda na cela recebe mais uma visita do jovem Ben que lhe traz mais um sanduíche. Além do alimento, o garoto também traz um livro. A Separate Reality (Uma Estranha Realidade), de Carlos Castañeda. O livro trata da viagem do autor, guiado por um pajé por meio de ervas psicotrópicas, para Ver (letra maiúscula mesmo), que nas palavras do autor siginifica “compreender a energia que flui no universo”. Mais tarde Sayid entenderá o motivo desse livro. O interessante é que o pivete já leu o tal DUAS vezes =O

Ben quer saber se Sayid é um Hostil e se ele está ali a mando de Richard Alpert para buscá-lo, pois aguarda ansiosamente há quatro anos por isso. Ele disse que está sendo paciente, como Richard pediu para ele ser. Ben completa a frase dizendo que se Sayid também tiver paciência, ele poderá ajudá-lo. Medo.

Eu tenho cabelo alisado e sei atirar, RÁ!No passado, fora da ilha, vemos Sayid (de cabelo alisado) em Moscou matando um homem. Ele sai do hotel (que tem o número 32, 23 ao contrário: Bad Number!). Mais tarde ele se encontra com seu chefe, Benjamin Linus, perguntando sobre o próximo trabalho. Ben diz que já esta tudo acabado. Esse era o último homem do grupo de Wildmore que ameaçava a segurança dos Losties, que na época, estavam na ilha. Sayid fica desnorteado. Ben o aconselha a ir viver a vida.

Na ilha, Radzinsky (o maluco) e Horace entram na cela de Sayid e tiram suas amarras. Ele agradece e Horace se surpreende em ouvir a voz do Iraquiano. Horace quer saber o motivo de ele ter sido pego correndo no território Dharma algemado. Ele ainda fala que se houver algum problema entre ele e os Hostis, que ele pode ajudá-lo, mas se ele for um espião tentando se enfiltrar…

*silêncio*

Horace diz que dará uma hora para ele pensar na resposta, e se ele decidir continuar calado, será obrigado a seguir para o próximo nível.

Na casa de Sawyer, Juliet está na janela e se esquece dos bacons no fogão. Ela está preocupada pois o tempo de ‘brincar de casinha’ acabou. É pessoal, é hora de sair da zona de conforto! Sawyer diz que está tudo sobre controle. Nesse momento Horace bate na porta e diz que tem um problema com o prisioneiro (Sayid). Eles precisam descobrir o por quê de ele ter violado a trégua, e se o invasor continuar em silêncio, será obrigado a mandá-lo para Oldham, que segundo Sawyer, é um psicopata! Ele vai até o Iraquiano.

Chegando à cela de Sayid, Sawyer manda Phil ir almoçar. Ele desce e Sayid pergunta como Sawyer consegue viver com um Ben Linus de 12 anos ao seu lado. Sawyer diz que ele não tem escolha. A resposta de Sayid já conta o final do episódio: “É verdade?”

Sawyer acerta a cara do Iraquiano e diz que deve fazê-lo para que acreditem que ele arrancou de Sayid a confissão de que ele é um Hostil que deseja viver em paz com os Dharma. Sayid não quer, quer sair por sua conta. Sawyer diz que não pode deixá-lo fazer isso pois as pessoas ao seu redor confiam nele (sinto mais alguém precisando aprender sobre humildade). Sayid prefere ficar sozinho.

Almoço na firRRRrma!No restaurante, Hurley, que está trabalhando na cozinha, Jack, zelador e Kate, que trabalha na oficina com Juliet, almoçam juntos. Hurley pergunta sobre Sayid para Jack, que responde não saber. Diz que deixou tudo nas mãos de Sawyer. Kate diz que vai conversar com Juliet a respeito. Hurley diz que Juliet provavelmente também não irá contar, pois ele estão juntos, como ela e Jack estavam antes. Climão define, e Hurley vai fazer mais waffles.

Benjamin on grade. Ok, parei.Na prisão, o pai de Ben vai fazer o seu serviço e aproveita para zuar a cara dele, dizendo que os Hostis são os reis da selva, e como ele pode ter sido capturado por idiotas da Dharma. A resposta “E ainda assim, você trabalha para eles”. NA CARA! Enquanto isso, Little Ben entra com mais um sanduíche. O pai do menino o segura forte pelo braço, o joga contra as grades da cela e manda o garoto para casa, sem antes jogar o sanduíche no chão. Sai atrás do menino

Benjamin e Sayid.No passado, vemos Sayid trabahando na ONG, em Santo Domingo – República Dominicana. Ele recebe a desagradável visita de Ben Linus. Ele vem dizer que John Locke foi assassinado, talvez em retribuição pelo trabalho que fizeram com o pessoal de Wildmore. Como sabemos é mentira, o careca morreu pelas mãos do mentiroso. Ben diz que o Iraquiano corre perigo, assim como Hugo, que está no hospital psiquiátrico e que um homem em um sedan esteve lá por uma semana, vigiando. Sayid pergunta se Ben foi até ele sugerir que Sayid mate esse homem. Ben pergunta se ele não quer fazer o serviço, afinal cada escolha já feita na vida dele entre assassinatos e tortura, não foram realmente escolhas. A morte está na natureza dele, ele É um assassino. Sayid responde não ser o que ele pensa que ele é. Ele não gosta de matar. Benjamin Linus então se desculpa, diz que estava errado a respeito do Iraquiano e se retira. Tudo manipulação por parte do Ben, já sabemos.

Pajé OldhamNa ilha, em 1977, mais precisamente, Sawyer e os outros entram na cela de Sayid perguntando se ele tem algo a dizer. Como ele não responde, Sawyer Que dó, dude!dá um choque que derruba Sayid e o levam até uma espécie de oca. É a casa de Oldham. Cada um mais estranho nessa Dharma, miserilúia! Enfim, Sayid pergunta a Sawyer quem é aquele homem estranho, Sawyer responde com o nome do episódio, “Ele é nosso você”. Ele já chega pingando um soro da verdade em um torrão de açúcar. Como nosso amigo se recusa a ingerir o ‘bagulho’, eles o amarram em uma árvore e o obrigam a engolir. Chorei com essa cara do Sayid. Olha a dor, olha o sofrimento, olhazzzzZZZZzz

Illana fazendo a prostituta.No passado fora da ilha, revêmos nossos Oceanic six reunidos e Sayid dizendo a Ben que se voltar a vê-lo, será extremamente desagradável para o dois. Depois, em um bar, Sayid está bebendo um uísque e quem aparece para perguntar o valor da dose? Illana! Coincidência? Nem. Ela pergunta o preço da dose, mas ela já sabe, US$120, tá? Sayid pergunta se ela é uma profissional. Do sexo, lógico. Ela diz que não, que só se aproximou dele por achá-lo triste, e ela gosta de homens tristes (Oi! Eu sou maníaco depressivo!). Ela continua perguntando o que ele faz para viver. Ele diz que no momento está sem emprego, mas que trabalhava naquilo que sabia fazer. Diz que está tentando mudar. Ela diz que já sabe o motivo da tristeza dele: “Quando você é bom em algo, sempre há pessoas tentando-o a continuar o mesmo.” Profundo… Ela consegue que ele pague uma dose do uísque caro pra ela.

Sayid locão.Na ilha, Sayid está na trip loca. Perguntam a ele por que ele estava algemado quando o encontraram. Sayid diz que é um homem mau. Ele diz não ser um Hostil, que voltou à ilha em um avião da Ajira 316, que dá primeira vez, chegou no vôo da Oceanic 815, e que ficou na ilha por cem dias. “Pergunte ao Sawyer.” Oldham pergunta quem é esse, e Raszinsky interrompe gritando “Quem se importa? Pergunte sobre a Chama!”. Ai ele gospe tudo. Estação Chama: Comunicação; Estação Pérola: Observação das outras Estações; Estação Cisne: Estudo de eltromagnetismo. Aí Radzinsky entra em crise, afinal a Estação Cisne ainda está sendo construída por ele! O clima esquenta e Sayid diz que todos serão assassinados. ele diz que sabe disso por ser do futuro! Oldham acha que errou na dose do ‘barato’. Sayid ri da cara dele, dizendo que ele usou exatamente a dose certa!

Na oficina, Juliet ensina Kate a trabalhar. Ela entende que a Sardenta não faz idéia de como tudo aquilo funciona e pergunta se Jack contou sobre ela e Sawyer. Kate diz que o dedo-duro foi o Hurley. Juliet se sente aliviada, pois se ela tivesse contado soaria como se estivesse tentando afastá-la. A kombosa de Sawyer chega com Sayid e eles o levam de volta à cadeia.

Quem quer sangue, levante a mão.A noite os líderes Dharma se reúnem para saber o que fazer com o ‘Hostil’. Radzinsky quer sangue. Sawyer tenta acalmar os ânimos, mas sem resultados. Radzinsky pede para Horace escolher entre votar, ou chamar Ann Arbor. Quem? Pesquisando descobri que Pierre Chang veio de Ann Arbor, uma universidade do Michigan, onde também estudaram os fundadores da Iniciativa Dharma, Karen DeGroot e Gerald DeGroot, em 1970, com o financiamento da Fundação Hanso. Enfim, Amy também quer a morte do Iraquiano, pois não consegue dormir com um ‘Hostil’ na vila. Eles votam e todos levantam a mão pela morte do Iraquiano. Sawyer é coagido a levantar a mão. Ok, ele não precisava levantar a mão.

Femme Fatale, tá?Fora da ilha, Sayid esta levando Illana para a cama (óbvio). Ela pede para ele tirar a bota dela. Ela dá um belo chute na cara do moço e o domina com uma arma apontada para sua cara. Ela diz ter sido contratada pela família de Peter Avellino, um dos homens que ele matou a mando de Benjamin Linus (aquele do campo de golfe, lembram?) Tudo bem que eu tenho certeza que foi tudo arquitetado pelo Ben, mas como em Lost não se pode ter certeza de nada, né… Ela foi contratada para levá-lo até Guam.

Na ilha, Sawyer pede para Sayid acertar a cara dele e fingir que conseguiu PURGAÇÃO! RUN FOR THE HILLS!dominá-lo para pegar a chave em seu bolso e fugir. Ele se recusa, dizendo que assim que voltou a ilha entendeu o propósito de ter voltado a ilha. Sawyer sai achando que o Iraquiano está louco. Ele vai até a casa de Kate perguntar o motivo da volta da Sardenta. Ela se recusa em falar, dizendo que não sabe dos outros, mas sabe o motivo de ela ter retornado. A conversa é cortada por uma kombosa pegando fogo acertando uma das casas Dharma. É O INICIO DA PURGAÇÃO!

Little Benjamin with broken glasses.O caos domina o lugar. O pequeno Ben se aproveita da maluquice gerada e vai até Sayid com os óculos quebrados. Ele expica que quem fez isso foi seu pai, espancando-o por ter levado o sanduíche para o Iraquiano. Ele diz que odeio o pai e pergunta se ele tirá-lo da cela ele o levará té os Hostis. Sayid diz que sim, diz que esse é o motivo de ele estar ali, e os dois fogem para a mata.

Fora da ilha, vemos Sayid chegando no aeroporto e vendo todos os outros. Dentro do avião Ben chega atrasado e Sayid pergunta para Illana se ela tinha sido contratada por Benjamin Linus. Ela diz que não, que não o conhece e pergunta quem é esse homem. Ele diz que é um mentiroso, manipulador, que entregou a própria filha para ser morta e se salvar. Um monstro genocida. Ela pergunta por que ela iria querer trabalhar para uma pessoa assim. Sayid diz que ele trabalhou.

Na ilha, Jin encontra com Sayid e Ben. Sayid diz que Sawyer o deixou fugir sem os outros saberem porque eles iriam matá-lo. Jin pede para deixá-lo falar com Sawyer primeiro, antes de deixá-lo ir. Assim que ele pega o rádio, Sayid o domina. Ben fica fascinado com o golpe de Sayid e diz qe eles devem ir rápido, afinal Jin havia chamado LaFleur. Sayid se abaixa e diz que ele tinha razão.

Últimos minutos de Benjamin LinusE sou um assassino.Bullet hole.Sayid após matar uma criança.Morto?Fuga.

Sim. Sayid mata Benjamin Linus de 12 anos e foge para a selva. Talvez a cena mais forte desde o início da série.

Mano, como isso vai se refletir na linha temporal onde Ben está vivo? Bem, quanto a isso, o Lost Uintangled nos deu um spoiler enorme. Dá uma olhada ali no próximo post.





Lost 5×10 – He’s Our You

26 03 2009

Links para assistir Lost. Esse aqui e esse aqui.

Divirtam-se!

–UPDATE! (com muitos spoilers)–

O que foi esse episódio?

O palco estava preparado para um grande evento. Todo o episódio centrado em Sayid e como ele vivera fora da ilha. Trabalhou como assassino para Benjamin Linus. Tentou mudar de vida fazendo trabalho social. Mas seu verdadeiro eu, sua essência, não o permitiu ter paz. Ele É um assassino. O próprio Benjamin mandou essa direto na cara dele.

A volta para a ilha como um Hostil o deu um destino certo: Morte. Ela o rondava há tempos, dentro e fora da ilha. Às vezes se fazendo de amiga, trabalhando a seu lado, às vezes desejando sentir seu abraço. Seus amigos tentam fazê-la se afastar, tentam puxá-lo do vórtice que leva ao final inevitável, mas a morte tem garras ligeiras e esguias. A morte rondava Sayid, mas dessa vez não para levá-lo. Naquela noite ela desejava o jovem Benjamin Linus. E Ela o teve.

E vamos a costumeira avalanche de questões. Mas que sorte de efeito esse evento terá? O que reserva essa linha temporal para nossos Losties? Ou uma melhor questão: Estaria a morte de Ben sendo arquitetada por Jacob? Que efeitos isso terá na linha temporal em que Benjamin está? Seria essa a forma de ajudar Sawyer, Juliet, Jin, Miles e Faraday?

Assim que tiver as imagens desse eletrizante episódio eu posto o Resumão.

Namaste.





Lost Untangled 5×09 – Namaste

25 03 2009

Mais um episódio untangled. Esse foi meia boca, mas legal assim mesmo =]





RESUMÃO Lost 5×09 – Namaste

25 03 2009

Pouso 10, não?Medo. Eu senti medo ao assistir esse episódio. Admito que não foi um grande episódio como estamos acostumados, mas ele era necessário. Nossos amigos que estavam fora da ilha precisavam agir da forma que sabiamos que agiram.

Here is the point. Lapidus faz um belo pouso na ilha menor, mostrando que é O cara. Quando o avião pousa, uma das nossas teorias já cai por terra. Caesar ajuda Illana como se não a conhecesse. Logo, eles não tinham o objetivo comum de ir à ilha. Então quem são esses caras? Qual o objetivo dos dois na série? Respostas somente no final da temporada com certeza, bem como a resposta do por quê apenas Jack, Hurley, Kate e agora ficamos sabendo que Sayid, voltaram 30 anos no tempo para encontrar o seu pessoal, deixando no tempo atual Sun, Ben e Lapidus.

Qual o objetivo da lanterna à luz do dia? Enfim. O tempo volta e mostra como foi o reencontro entre Jack, Kate e Hurley, e como eles reagiram ao saber que estão em 1977, e também revela que John Locke está morto. Achei a reação de Kate tão estranha, como se ela tivesse algo mais estranho na cabeça do que saber que voltou 30 anos no tempo enquanto viajava de avião. Algo relacionado com a segurança de Aaron?

Juliet vai atrás de Sawyer. Ele saiu correndo sem avisar que os outros voltaram. Ao ficar sabendo dop retorno, a loira tem um choque. Eu também teria, afinal o retorno deles significa sair da zona de conforto, construída por eles em três anos. Significa que o tempo está passando, a purgação está chegando e Kate está aí para atacar Sawyer! Juliet avisa que o submarino com novatos está chegando nesta tarde.

Maquete da Estação Cisne. E futuro túmulo de Radzinsky.Jin vai atrás de Radzinsky na estação Chama (The Flame), que monitora o céu da ilha. Chegando lá o vemos trabalhando na maquete da estação Cisne. Dá pra notar que o cara não bate bem. Jin chega botando banca e mandando o cara checar com todas as estações se avistaram algum avião. Nenhuma responde.

No futuro, Sun segura a aliança de Jin na praia, talvez pensando em como achar seu marido. Lapidus chama todos para avisar que não tem contato com outros aviões, aeroportos, e blábláblá. Caesar pergunta se ele não sabe onde estão. Lapidus diz que essa ilha não está no mapa. Caesar parece não acreditar nele, pois avistou sinais de civilização. Enquanto Caesar causa, Sun vê que Ben se afasta do grupo e vai atrás dele. Lapidus vai atrás de Sun. Eles entram na mata e Ben consegue despistar Sun e aparecer atrás dela.

Ethan RomNo passado, Amy descansa na rede. Juliet vai buscar a lista de novatos com ela, para encaixar Jack e os outros. Lá está o bebê. É quando descobrimos que o bebê é Ethan! O responsável por trazê-la até a ilha! O responsável por causar tantos problemas aos Losties, e principalmente a Claire, no futuro! A teoria de looping ganha forças. Eu não acreditava muito. Se for mesmo, qual o objetivo de tudo acontecer infinitamente? E o que acontece com quem quiser mudar a história? A SUA história? E quem irá desamarra-los das cordas do Destino? John Locke? Ou o papel dele é exatamente o contrário? Ou a luta se configura Pró-Destino Benjamin Linus versus Contra-Destino John Locke? Ou o contrário? Odeio quando Lost me deixa com tantas questões na cabeça! Principalmente quando sei que elas não serão respondidas nesse ano!

Enquanto aguardam Sawyer, Kate pergunta a Jack o que farão agora que voltaram, e voltaram 30 anos atrás. Também queremos saber, Sardenta.

Sawyer entrega as roupas aos outros e os instrui a se misturarem com os novatos e que tudo ficará bem. Jack tenta causar, ele não está muito contente em ver que não está no controle, mas aceita.

Sayid. Put your hands up in the air!Na estação Chama, soa o alarme de invasão de hostil. Jin corre pensando ser Sun, mas na verdade encontra Sayid. Não dá tempo de explicar muita coisa, pois o maluco do Radzinsky vem logo atrás apontando a arma.

Na kombosa, Hurley lembra Sawyer sobre a purgação, e pergunta se ele não vai avisar os Dharma’s sobre o perigo. Sawyer explica que Faraday tem teorias interessantes sobre o que podem e nao podem fazer. Jack se surpreende ao saber que Faraday está com eles. Sawyer responde que “não mais”. Como assim? Eu entendi que Faraday resolveu cortar relações com os Losties e se dedicar a estudar o que é a ilha, e também tentar impedir Charlotte de voltar à ilha no futuro. Além do que, será que ele está trabalhando ao lado de Pierre Chang, afinal, naquele vídeo da Dharma eu tenho certeza que é a voz dele. Absoluta.

Chegando ao local de distribuição de tarefas, Sawyer avisa que Juliet está cuidando para que o nome deles esteja na lista de novatos. Hurley e suas tiradas são as melhores: “E se perguntarem coisas como ‘Quem é o prediente em 1977?’ ” hehehe!

Miles. Eu não te ignoro! FREEMILES!Eu não gosto do modo como eles tratam Miles. Ele nem sabia que os outros haviam chego. E alguém mais notou o tanto de cabelo branco que ele está? Enfim, Jin avisa por rádio que Sayid estava com ele e Radzinsky o prendeu na Estação Chama.

E assim ele vai para na enfermaria no episódio 08 The Life And Death Of Jeremy BenthamNo futuro, Ben avisa Sun que na ilha maior há uma doca, com suprimentos e que se ela quiser achar o marido, é melhor começar a procurar por lá. Lapidus chega e ela avisa que irá para a ilha maior com ele. Eles chegam até a praia e encontram os botes. Lapidus avisa que Ben é perigoso. Sun pede para que ele vá com eles. Lapidus recusa pois tem de cuidar do pessoal que estava no avião. Ben vai até ele convencê-lo de que na ilha maior há mais recursos. Enquanto ele está na conversa, Sun dá uma remada na cabeça dele! Lapidus não entende o por quê daquilo, afinal ela disse que confiava em Benjamin Linus. Ela diz que mentiu. É legal ver a evolução de Sun. Aquela esposa submissa ficou para trás há muito!

Marvin Candle/Mark Wickmund/Edgar Halliwax ou Pierre Chang30 anos atrás, Jack e os outros assistem ao vídeo de boas vindas com Pierre Chang, e o próprio dá as boas vindas a Jack Shephard. O trabalho de Jack? No barracão, como zelador! Uma brincadeira de Sawyer para Jack. Ele realmente precisa aprender algo sobre humildade.

Kate aguarda quando é interpolada por um dos Dharma que informa que seu nome não stá em nenhuma das listas. Juliet chega em cima da hora com a lista de Amy. Como elas ‘não se conhecem’ se apresentam. Mas o olhar das duas é muito revelador.

(babaquice) Com meu sistema ultra-inventivo consegui captar os pensamentos das duas e colocar a legenda abaixo:

Cat Fight!(/babaquice)

Sawyer vai até Jin, que o atualiza da situação. Radzinsky só quer matar o ‘hostil’. Maluco. Sawyer, inteligente esse garoto, o interroga na frente de todos influenciando a resposta de Sayid a se identificar como hostil para que tudo acabe bem. Dá certo e ele o leva até os barracões.

Cristian Shephard, o guiaNo futuro, Sun e Lapidus chegam à ilha maior e já são recebidos com maluquices. Provavelmente o monstro de fumaça estava os aguardando, assim como os sussurros e Christian Shephard, que está em um barracão todo zuado. Sun pergunta sobre seu marido.

Cristian, Lapidus, Sun e o Monstro de FumaçaChristian os leva até um barracão velho e acabado, com diversas fotos dos recrutas da Dharma. Ele mostra que os amigos dela estão em 1977. A porta do lugar abre, e se você olhar atentamente para o alto da porta, poderá ver que foi o monstro de fumaça quem a abriu. Mas isso não é o mais legal!

Se você tiver olhos de águia poderá ver uma loira atrás de Sun, que com Olha a Claire ali! Que medo!certeza é Claire. Afinal, eles estão falando com o pai  dela!

Christian avisa que Sun tem uma pequena jornada pela frente.

O tempo volta e mostra o dia em que a foto foi tirada. Hurley, o melhor, pergunta para Kate “Nama-what?” hehe!

Sawyer avisa Phil pelo rádio que eles estão chegando com um ’14-J’, um hostil. Todos veêm Sayid algemado, e Sayid também os vê. Sayid é colocado na prisão e Sawyer pede para Phil trazer alimento a ele, afinal, não são selvagens.

A noite, Jack pergunta a Phil onde James LaFleur mora. Phil indica e o avisa que ele odeia que o chamem de James. Phil parece desconfiar de alguma coisa. Ao bater na porta, Juliet é quem atende. Jack pensa ter errado, mas ela diz que não, e se retira para que os dois possam convesar. A conversa é acalorada, Jack repreende Sawyer por estar lendo em vez de estar agindo, ou pensando em alguma maneira de tirar Sayid da prisão. Sawyer diz que fez seu melhor, improvisou, sendo que Sayid o mais importante ele conseguiu, a segurança de Sayid.

Eu penso. Jack Shephard não.Sawyer diz que pensar não significa muito para Jack, pois quando ele estava no comando ele apenas reagia. Diz que Jack não pensa e que por isso muitas pessoas morreram. Jack diz que conseguiu uma coisa, os tirou da ilha. E Sawyer manda na cara de Jack “Mas aqui está você, de volta onde começou.” Atenção malucos pela teoria do Looping, esse episódio é de vocês! Sawyer diz que voltará a ler seu livro, pois foi exatamente dessa forma que ele salvou a bunda de Jack e tirará Sayid da prisão amanhã. E só não expulsa o Doutor da casa porque é educado.

Little Benjamin Linus.Na prisão, um jovem por volta ds 15 anos de idade leva um sanduíche para Sayid. Puxa conversa dizendo que não colocou mostarda. Sayid agradece e o garoto pergunta se ele é um hostil. Sayid retruca perguntando se o garoto acha que ele é. Ele responde perguntando o nome do então hostil.

“Sayid, e o seu?”
“Sou o Ben”.
“É um prazer te conhecer Ben”.

Esse jovem ator Sterling Beaumon, que faz o Benjamin mirim, é muito bom! Ele conseguiu captar o mesmo olhar do ator Michael Emerson, que interpreta o Ben adulto! Até parecem parentes, mas não são.

E assim termina nossa série favorita. Desculpem pela demora em trazer esse resumo para vocês. Foi pura safadeza =]





Mal Aê!

20 03 2009

Ontem não consegui assistir Lost. Não sabia que tinha mudado o horário de nossa série favorita. Ela está 1 hora mais cedo, ou seja, às 22:00 (horário de Brasília).

Portanto, me desculpem por trazer informação pela metade.

Já estou baixando o episódio e logo trago o Resumão, ok?

Abraços \o/