Exposição: Gameplay

11 07 2009

Ou, Itaú Cultural e Sua Grande Lan House. Pronto, defini a exposição.

Se você

Itaú Cultural

gosta de videogames e deseja entender mais sobre as novas plataformas, como elas funcionam ou como é desenvolvido um jogo, e acha que suas dúvidas e curiosidades serão sanadas nesta exposição, você infelizmente foi enganado, assim como eu e o @GUSLanzetta fomos.

Os três andares em que a exposição está instalada estão recheados de jogos de PS3, Wii, Nintendo DS, jogos de PC e jogos conceito, como um jogo que mede sua pressão arterial, capta seus movimentos e não sei mais o quê, ou como funciona porque a pessoa que deveria estar ali para explicar aos visitantes não sabia explicar o jogo e/ou conceito.

Em um dos andares há uma instalação de Counter Strike, com um quadro/manifesto sobre os jogos com certo grau de violência permanecerem onde estão, no plano da diversão, explicando que a realidade é diferente do jogo e quem não entende essa linha demarcatória deve ficar longe. No outro lado da sala uma grande TV passando imagens de um grupo jogando CS e você pode ouvir todo o jogo, criando uma boa ambientação. Ao lado dessa TV há fones de ouvido. Pensei que seria a possibilidade de ouvir o ambiente de uma lan house, o hábitat natural do jogo ou alguma outra coisa. Não, era o mesmo som que você ouvia na sala. Propósito?

Uma grande máquina de arcade passando o vídeo O Encouraçado Potemkin de 1925, que é tratado como um filme genérico, pois não há nenhuma explicação do porque da escolha desse filme ou o nome do próprio filme! Os controles do arcade avançar e retroceder a imagem sem nenhum objetivo me fez ter a certeza de que a exposição é apenas uma grande lan house de férias. Muitas crianças estavam lá com seus colegas apenas para jogar. Não há quadros explicativos sobre como funcionam os jogos, ou como foram desenvolvidos. O que era esperado, pois de 7 a 9 de Agosto a exposição tem como desafio desenvolver um jogo em 48h.

Recomendo que visitem o Hot Site da exposição que está bem melhor que o espaço físico. Pelo menos há informações consistentes.





Nós do Morro em São Paulo! De novo!

17 10 2008

Sou fã do grupo. Este ano eles voltam a São Paulo, novamente no Itaú Cultural. Dessa vez eles adaptam uma obra nacional, O Alienista, de Machado de Assis. O conto traz a história de Simão Bacamarte, um médico que, recém chegado da Europa, fixa residência em Itaguaí, onde deseja estudar as doenças mentais. Para tanto,  abre um hospício na cidadezinha, a Casa Verde. Os problemas começam quando o médico resolve impor suas decisões e de modo arbitrário, coloca quase toda a cidade no hospício!

Com base nesse conto, o grupo apresenta o musical Machado a 3X4!

Ano passado assisti a peça Os Dois Cavaleiros de Verona (Shakespeare), encenado pelo grupo no mesmo espaço. Foi muito bom! Tanto que assisti duas vezes! Tenho essa mania de assistir duas ou mais vezes a mesma peça =D

Em cartaz desde o dia 15, ficará até dia 19/10, sempre às 19:30 e o melhor, gratuito. Amanhã estarei lá com alguns amigos. Vamos?

Machado a 3 x 4
Machado a 3 x 4

A peça faz parte do evento Antídoto: Seminário Internacional de Ações Culturais em Zonas de Conflito. Para saber mais acessem o site e o blog do evento.